"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


24.2.10

O tempo que o sono come

O verde gelou, e as almas perdem-se rasteiras, sonâmbulas.

Tudo agora tão branco e esquelético,
e um cheiro a incenso e alfazema,
como se estivéssemos guardados, desde sempre, numa gaveta.

A madeira range quando pensamos respirar,
como um aviso, uma ameaça velada,
e há um choro tardio que fica para trás...
uma ladainha breve a marcar o tempo que o sono come.

Alma Kodiak

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

5 comentários:

  1. Bom dia!

    Profundo, terno!!!

    Simplesmente Perfeito!!

    adorei!!

    beijocas

    ResponderExcluir
  2. Helena,
    Bom dia!

    Sua energia é encantadora.

    beeejos!

    ResponderExcluir
  3. Querida...pois é, o sono come o tempo!...
    Belíssima poesia.
    Beijinhos,
    Manú

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...