"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


22.7.17


Eu dei minha beleza e minha juventude aos homens. Agora dou minha sabedoria e minha experiência aos animais.

  Brigitte Bardot 
(photo Brigitte Bardot before and after)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

21.7.17


 hoje tive uma ideia na banheira, mas
por pouco tempo: infelizmente
não me apareceu no cérebro, como é habitual, mas sim à tona da pele
de modo que a água do chuveiro 
a levou ralo abaixo
dela restando apenas flocos de espuma 
e outra ideia irresistível
quantas não andarão por aí mergulhadas
nos esgotos nas estações de tratamento de água
(algumas bem precisam de ser desinfectadas)
sem mencionar rios riachos ribeiros mares 
e à conta de tudo isso
quantas ideias não bebemos 
num simples copo de água

 Bénédicte Houart
(photo Catherine Deneuve)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

20.7.17


Vagamundo 

Carrego cicatrizes
(...e quem não as tem?)
De algumas esqueço,
enquanto outras sangram
porque feitas de punhais-palavras.
A cada (a)talho, vago pelo mundo
para driblar esse mal
chamado coração.

 Graça Graúna 
(photo Greta Garbo)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

19.7.17


Tristeza em mim

No silêncio da palavra
te calo em mim

Na pausa da canção
te embalo em mim

No adormecer da razão
te desperto em mim

No rolar da lágrima
te expresso em mim

 Nancy Romanelli 
(photo Corinne Griffith)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

18.7.17


Quando estou em silêncio, não estou sem palavras, na verdade estou falando mais que o de costume. Só estou falando com a pessoa certa, estou falando com Deus.

  Cinthia Meirelles
(photo Loreta Young)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

17.7.17


 Há dias em que meus braços se cobrem de flores
e minha pele cheira a ervas penetrante
e me despenteio, me descalço,
e penso que tudo isto é coisa de loucos,
e eu gosto,
não imagina como gosto...

 Gioconda Belli
(photo Marie Doro)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

14.7.17


Amo-te com todas as letras
 Mas não sei como as usar 
Oiço-as em surdina 
Trémulas, receosas 
Em vez de as gritar!

  José Gabriel Duarte 
(photo Rudolph Valentino & Nita Naldi)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

13.7.17


No teu rosto 

No teu rosto
competem mil madrugadas

Nos teus lábios
a raiz do sangue
procura suas pétalas

A tua beleza
é essa luta de sombras
é o sobressalto da luz
num tremor de água
é a boca da paixão
mordendo o meu sossego

 Mia Couto
(photo Reta Shaw)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

12.7.17


 Onde não
tem mato
mas mesmo
assim folha -
estou.

Onde não
passa rio
mas mesmo
assim pássaro -
estou.

Onde não
bate mar
(coração)
mas mesmo
assim onda -
estou.

Onde não
pega fogo
mas mesmo
assim chama -
estou.

Onde não
chega gente
mas mesmo
assim vamos -
estou.

Aqui
Restou

Rodrigo Damasceno
(photo Brigitte Bardot)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

11.7.17


Oração natural 

Fique atento
ao ritmo,
aos movimentos
do peixe no anzol.
Fique atento
às falas 
das pessoas
que só dizem
o necessário.
Fique atento
aos sulcos
de sal
de sua face.
Fique atento
aos frutos tardios
que pendem
da memória.
Fique atento
às raízes
que se trançam
em seu coração.
Fique atento.
A atenção
é sua forma natural 
de oração.

 Donizete Galvão
(photo Mary Pickford)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

9.7.17


Eu tenho raiva à ternura. Eu tenho raiva de ter raiva à ternura. Eu tenho a doença da ternura por ter raiva. Eu tenho tudo excepto a ternura. Eu não tenho ternura e sofro de inveja de quem tem ternura. Eu já só tenho raiva. 

  Manuel Cintra
(photo Marilyn Monroe)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

8.7.17


sossego

uma chuva que não
cessa um canto

morno porta
retratos e xícaras

de chá

à noite gosto
de me deixar
doer

 Adair Carvalhais Jr.
(photo Monica Belluci)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

6.7.17


silêncio! 
 a dor dormiu... 
a saudade saiu...  
a alma repousa... 
coração serenou... 

 silêncio!... 
pise bem devagar, 
 não deixe acordar 
a dor que eu fiz dormir... 

  Maria Flor 
(photo Jeanne Moreau)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

4.7.17


Borboletas de veludo

Um bater de asas imperceptível 
que procura arrepios 
na eterna primavera dos sentidos,
flutuo de um quarto para o outro 
deixo pegadas 
é o amor que sua do meu corpo,
preenche esta casa. 
Horas, faço horas e roubo minutos 
que consumo a estar contigo, 
troco dias por noites 
e noites por uma vida.

Estelle Vargas 
(photo Kathleen Martyn)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

3.7.17


J’aime passionnément à dire
 des vérités que d’autres n’osent pas 
 dire, et à remplir des devoirs que 
 d’autres n’osent pas remplir. 

  Voltaire
(photo Renée Perle)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2.7.17


Cada momento passado juntos 
Era uma celebração, uma Epifania, 
Nós os dois sozinhos no mundo, 
Tu, tão audaz, mais leve que uma asa, 
Descias numa vertigem a escada 
A dois e dois, arrastando-me 
Através dos húmidos lilases, aos teus domínios 
Do outro lado, passando o espelho.  

Arseni Tarkovsky 
(photo Ronald Colman and Vilma Bánky)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

1.7.17


Tinha os olhos azuis, claros. Durante vários minutos, parece que só lhe vi os olhos e me agarrei a eles para poder respirar. Sorria, num rasgo cínico e macilento de quem sabe mais do que revela, de quem revela mais do que diz.

  Raquel Ribeiro
(photo Grace Kelly)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...