"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


12.5.14


Azul 

Estranho como os dias estão se tornando azuis.

Procuro pelo cheiro de chuva na brisa que passa e morro de rir deste meu coração viciado, procurando por nuvens escuras na leve claridade de que é tecida a minha alma.

Nada na vida mudou. A realidade é impiedosamente a mesma, mas a música que me corre nas veias cria irrealidades que me sustentam. Vivo diariamente em muitos países, em planetas diversos, experimento amores distantes e impossíveis. Vivencio a mim em todos os tons e nuances. Tudo o que era em meu redor ainda é. Tudo o que eu sou em mim, retornou. Mas o que vejo agora está em meu olhar. O que sinto é meu. O que temo, o que sonho, o que amo. Nada mais de mim, em ombros alheios

Ainda passam por aqui as tristezas, as dores, a escuridão de sempre. Passam e se vão. 

Enquanto os dias vão se tornando estranhamente azuis.

 Claudia Regina Barros

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2 comentários:

  1. Sim...Sei e como sei

    esses azuis dos dias iguais
    e tão estranhos e dessa melodia
    muda a correr nas veias.

    Como sei...

    Bisous Querida Helena

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...