"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


9.2.13


Fecha-me os olhos

Fecha-me os olhos devagar, 
com um beijo leve, com três palavras apenas: 
dorme, parte, adeus. 

 Assim tenho de me despedir.
 Deixo uma buganvília à entrada da porta branca,
 um bairro de sombras floridas, 
um cão a quem dei o meu nome. 

 Deixo a casa amarela, 
o limoeiro, as hortênsias, duas estrelícias na 
jarra vermelha, 
translúcida, sobre a mesa de mogno. 

 Deixo alguns livros,
 algumas paisagens de litorais desvanecidos, 
alguns naufrágios que desenhei com o lápis das 
tempestades. 

 Por favor, 
não digam que fui feliz, se não me viram
caminhar pelas ruas desertas, 
esmagando a serpente dos dias,
 construindo muralhas, 
que pouco depois se desmoronavam.

 Eles também se despediram, os amigos. 

 Quando me lembro deles,
 há um cântico negro,
com labaredas altivas, um eco de metal que vibra. 

 Não está certo que assim seja, que se soltem do
 nosso peito, um após outro, 
os delicados fios de ouro da ternura. 

 Deixo-vos as maçãs verdes sobre a mesa. 
Com o tempo, tudo há-de amadurecer.

  José Agostinho Baptista 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...