"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


9.1.11


ando para escrever poemas da minha infância,
de quando eu tinha um dígito de idade e as
coisas eram tão grandes que os meus pés não
alcançavam o chão. lembro-me de um baloiço
na casa dos meus avós e de uma pedra que
guardava os meus segredos no monte. a minha
irmã sentava-se à chinês e contava um a um
os dias. hoje, nesses lugares, estão os muros,
os prédios, as portas com fechaduras magnéticas,
barreiras que o tempo construiu, de tal ordem que
se não fosse o coração existir, eu nunca tinha
sido pequenina. faz-me falta a inocência,
mas faz mais não pensar nela.

alice macedo campos

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2 comentários:

  1. Quanta nostalgia nestes versos... uma delícia!

    Feliz 2011, Helena, cheio de inspiração e poesia...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá queria parabenizar você pelo blog e pedir que visita se o meu simples blog: informativofolhetimcultural.blogspot.com será uma honra ter a visita tua lá. Espero que goste...
    Ass: Magno Oliveira
    Folhetim Cultural

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...