"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


25.9.10

Mulher de Minutos

Não sou mulher de minutos
Daquelas que os segundos varrem
Para debaixo do tapete sujo
Não pinto os cabelos de fogo
Nem faço tatuagem no umbigo
Me recuso a usar corpetes e cinta-liga

Há sementes em meu ventre
São poemas que ainda não reguei
Prefiro guardá-los em silêncio
Até que o tempo amadureça meus minutos
E a vida me contemple com seus frutos

Não borro meus cílios com a solidão da noite
Nem pinto meu rosto com a palidez das manhãs
Meu corpo é feito de marés
Onde navegam mil anseios
Veleiros sem direção
Estou sempre na contramão

Mônica Montone

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

6 comentários:

  1. Boa tarde! Passando para uma visita. Lindo poema! Linda música!
    Abraços!
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  2. belleza de texto. me encanto.
    besos

    ResponderExcluir
  3. Falar de amor e luas de setembro
    deixa-me um vento frio de esperança,
    mas quando o verso vem todo acertado,
    não acontecem sóis de primavera.

    Nathan de Castro

    Saudações Poéticas!! M@ria

    ResponderExcluir
  4. Helena...

    Que poema lindo! Essa é uma mulher especial, com personalidade e sabe o que quer. Não é uma mulher vil.
    A fotografia está sensualíssima e maravilhosa, e não parece foto de internet.
    Parabéns pelo post.
    Um beijo grande.

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...