"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


1.8.10

Dos ciclos

Algo em mim
não se (des)intrega.

Apesar da seiva
derramada
dos sonhos amputados.

Semente
renasce
em nova primavera.

Ricardo Mainieri

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Um comentário:

  1. Querida...
    Acho seu blog chiquérrimo, sabia...??? Muito elegante, mesmo!!! Ele deve ser como você. As fotos dos posts são fantásticas... Eu diria que é um blog feito com muita arte. Sempre digo isso, né..??? Desculpe-me ser repetitivo, mas não consigo deixar de ser, SEMPRE!!!....rsrs.
    Quanto ao post, divino!!! Vivemos ciclos em nossa vida, que têm início, meio, e fim. Aprendemos e crescemos vivendo eles. E não é porque um ciclo termina, e que muitas vezes nos é dolorido esquecê-lo, que ele não tem mais validade. Pelo contrário, somos constituídos por essa sequência de ciclos. Talvez, nunca vamos nos acostumar com a finitude das coisas. Mas você têm toda razão, apesar de tudo, nunca perdemos a nossa essência...
    Muito obrigado pela reflexão, menina!!!
    Beijo.

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...