"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


16.5.10

palco

invento-me.
(re)invento-me.

instalo-me em cada criação.
como se fosse a definitiva.

como se… canso-me.
perco o sentido do rosto que criei.

esvazio-lhe a alma.
procuro outro palco.

outra personagem que sou eu
e não sou.

não sei bem quem sou.
saberás tu?

ou apenas conheces
a minha personagem para ti?

Maria Laura

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

4 comentários:

  1. As vezes nem nós mesmos nos (re)conhecemos!
    Como as pessoas nos veem?
    Como nós nos vemos?
    Como realmente somos?
    Complexo!
    BjO*

    ResponderExcluir
  2. Olá Helena,

    Que lindo esse Palco, onde o único personagem
    somos nós mesmo. Muitos nos espiam, mas saberão mesmo quem somos?
    Lindo de viver!
    Parabéns pelo belo blog.
    Ótimo domingo e uma semana prá lá de especial!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. [como a sombra respirasse, como se a sombra se reinventasse na ordem do corpo que a acompanha]

    um imenso abraço, Helena

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  4. no entendí casi nada, pero bueno, lo mejor es venir hasta tu espacio.
    besos

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...