"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


26.4.10

Leilão

- Quanto dão? Quanto dão?
- Quem dá mais? Grita mais o leiloeiro.

- Esta bengala de castão de ouro!
(Onde anda sem levá-la o dono antigo?)

- Esta arca colonial!
(Falam dedicatórias de retratos,
falam cartas de amor, a voz trancada.)

- Esta mobília de jacarandá!
(As visitas na sala, o pai, a mãe,
a irmã, a avó cochila no sofá.)

- Este faqueiro de prata!
(Cruzados os talheres, as mãos cruzadas.)

- Esta cômoda do século XIX!
(Soluçam as gavetas; dentro delas,
cheiro de roupa branca e de alecrim.)

- Esta louça azul de Macau!
(A fumaça (da sopa?) na terrina.
Na borda (asa quebrada) desta xícara
os vestígios dos lábios da menina.)

Quem tira as rosas que a moça bota
nos jarros de opaline do consolo?

E a moça presa dentro deste espelho
do toucador do quarto de dormir?

- Quem dá mais? Grita mais o leiloeiro.
Bate o martelo, bate aqui, dói longe.

Mauro Mota

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Um comentário:

  1. te dejo mi cariño incodicional y mis abrazos.
    http://www.youtube.com/watch?v=i1xnVDiV9xE

    ResponderExcluir

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...