"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


19.10.09

Tua dor num riso esculpe-a

Não chores teu pranto, vence-o, porque há uma estranha volúpia em se sofrer em silêncio. Sê como o rio: entre tanta urze e espinho flui, resvala. Chora, mas finge que canta, canta e rola, sofre e cala. Vês o rio? As águas tontas cortam-nas seixos, mas brando, por sobre um leito de pontas vai sofrendo e vai cantando. Vai sofrendo, mas as mágoas nos seus cânticos embala. Minh'alma, sê como as águas: canta e rola, sofre e cala. Sê minh'alma à dor um cofre, guarda-a avarenta e calada, que a ventura de quem sofre é sofrer sem dizer nada.

Menotti Del Picchia

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Há demonstrações de carinho que nos imensam!"
Manoel de Barros

Demonstre seu carinho...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...