"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


31.12.16


Ano Novo

noite de ano novo, roupa elegante, penteados sensacionais, luxo. ano novo, o mesmo corpo, a velha alma lamacenta. ao largo o fogo de artifício, a esgrima dos copos altos, festa. como um dos eremitas medievais recolhes ao quarto sem uma palavra. é cedo, irremediavelmente tarde já. regressas talvez à infância, aos lugares ermos e silenciosos. uma fonte deita sem parar, no chão, a esmo, o barro quase verde das bilhas quebradas. sobre os cacos água corrente, água boa, água limpa, e tu respiras, tu renasces – muito longe tu caminhas para mais longe ainda. 

  João Ricardo Lopes
(photo Mirna Loy)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

30.12.16


A chamada 

Tu estarás longe.

Eu deixarei a vida
como um ramo de rosas
que se abandona para
prosseguir caminho,
e entrarei na morte.

Atrás de mim, a seguir-me,
irão as coisas amadas, o silêncio
que nos unia, o árduo
amor que o tempo
nunca pôde vencer, o toque
das tuas mãos, as tardes
à beira-mar, as tuas palavras.

Se ouvires, lá onde estás,
uma voz a nomear-te,
sou eu na viagem
a recordar-te.

 Meira Delmar
(photo Greta Garbo)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

29.12.16


Walking by 

Depois de jantar
saio
e passeio o meu coração
acenando cabeça cúmplice
aos vizinhos
que vivem também este peso
de passear os seus bichos à trela

 Ana Tecedeiro
(photo Audrey Hepburn)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

28.12.16


 "dentro do homem de que me visto
há um corpo que precisa 
dum pouco de tecido abraço
repouso e barco, margem sorriso
pouco,
nada de mais."

 Leonardo B. 
(photo James Dean)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

25.12.16



Ética

Vou falhando as pequenas coisas
que me são solicitadas.
Sentindo que as ciladas
se acumulam cada vez que falo.
Preferi hoje o silêncio.
A ausência de equívocos
não é partilhável.
No inegociável deste dia,
destituo-me de palavras.
O silêncio não se recomenda.
Deixa-nos demasiado sós,
visitados pelo pensamento.

Luís Quintais
(photo Claudia Cardinale)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

24.12.16


O Natal vai começar 

Não são os teus olhos meninos
que me doem
mas a expressão
de um deus entristecido
que não canta
por falta de espaço.

 Eufrázio Filipe
(photo child Dickie Moore)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

23.12.16


 Adoro o silêncio!
Não importa os que me magoaram,
eles passaram!
Não importa se chorei de tristeza, 
ou se calei quando não deveria.
Não me espanta a minha indiferença 
com meu silêncio...
A voz, que ficou presa na garganta,
uma hora qualquer soltará,
porém mais aguda...
no momento certo,
na hora certa! 

Gloria Dantas
(photo Audrey Hepburn)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

22.12.16


 Na casa de minha avó tinha aquele espelho grande com dois espelhos móveis laterais. 
Eu os abria e me via refletida ali, infinitamente. 
E brincava com os diversos ângulos 
que meu rosto poderia ter.

 Aline Miranda
(photo Mary Pickford) 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

21.12.16


Caixa de costura

Nunca compreendi
a caixa de costura.
Testemunha muda
de tardes e gerações,
poder feminino
sobre o útil, no fundo
dos carrinhos e dos dedais
devia haver
a esperança.

Pedro Mexia 
(photo Lauren Bacall) 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

19.12.16


Intervalo ou os dias sem ti

as horas de domingo trazem consigo ventos frios. há abraços de despedida em estações de comboio, vidas empacotadas em malas que se arrastam pesadamente pelas ruas, um céu cinzento quase nocturno a anunciar chuva, e palavras desajeitadas porque as outras só são ditas na solidão dos corações. e há nós os dois, o beijo e a certeza de dias sem sol porque não vais estar.

  Andreia Barros
(photo Ellen Terry)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

17.12.16


Lábios 

Demoras-te senhora nestas águas
porque é sempre breve
o instante
das pequenas vertigens

vieste colher os meus lábios
para incendiar uma pedra

na verdade o teu corpo
tão líquido e incerto
na voragem dos destinos inventados
vibra no ritmo das marés
ilumina-se por dentro
num feixe de faúlhas

habita as fendas rema
por onde espumam as salivas

demoras-te senhora
sentada no meu barco

mas nunca saberás
dos meus lábios uma palavra
sempre que tocar os teus

nem das línguas
o fogo regurgitado
que nos liberta

Eufrázio Filipe
(photo Audrey Hepburn)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

13.12.16


Instantes depurados

entre os tons
 de preto e branco
 que (me) dão cor
 às formas depuradas
 esqueço, por instantes,
 longas horas emaranhadas.

 Tinta Azul
(photo Beatrice Appleyard)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

9.12.16


a banalidade e o despropósito

todo dia acordo do mesmo lado,
desço a mesma escada, e o som dos meus passos repetitivos me diz:
  onde...? onde...? onde...?
todo dia atravesso a mesma praça,
na partida e na chegada, e o canto dos pássaros nas árvores me diz:
  quando...? quando...? quando...?
todo dia eu pego o mesmo ônibus, que me leva e me traz, e o murmuro das pessoas nos bancos me diz:
   como...? como...? como...?
toda noite, eu durmo e sonho com as múltiplas possibilidades
 para os muitos onde, quando, como...
quando acordo pela manhã, os sonhos se recolhem ao esquecimento,
 para que a vida possa recomeçar de novo, sem onde, quando e como.

Margoh Werneck
(photo Gloria Swanson) 

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2.12.16


Cansada de mim

Foi domingo e não descansei.
Foi domingo e não dancei.
Foi domingo e não amei.
Louvei deus nenhum.
Mortal comum,
cruzei dois dedos
e fingi acreditar.
Passou a manhã,
passou a tarde,
anoiteceu.
Os segundos como grainhas
de romãs, difíceis de descascar.
De chinelos e pijama de flanela
jantei com o gato
e flores na mesa,
dálias amarelas
a envelhecer devagarinho.
E o dia esteve bonito,
apesar do frio,
é dezembro, que se lhe há-de fazer.

 Raquel Serejo Martins
(photo Jane Fonda)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

1.12.16


A solidão

A solidão
de Adão
antes da criação
de Eva
devia ser
terrível
mas a minha
é bem pior
os homens
que escreveram
o Génesis
não pensaram
que Adão
em vez de saudar
Eva
com um grito de júbilo
a mandasse embora
com sete pedras na mão
mas eu acho
que foi
o que me aconteceu
temendo isso
Deus
não me deu
o papel de Eva
nem o de Maria
porque também
S. José
me tinha corrido
a pontapé.

 Adília Lopes
(photo Shelley Fabares)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨