"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


29.10.16


Parti

Sim, 
há uma ausência. 

 E como quem procura a lógica 
saio ao encontro da possível 
existência de mim. 

 Sem mais, 
parti. 

  Taninha Nascimento
(photo Carole Lombard)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

22.10.16


Mora em mim um silêncio confuso. É engraçado como ele ultrapassa os limites e passa de delicado para saudoso, insano, raivoso, intempestivo, contemplativo, resoluto e egoísta. Mora em mim um silêncio banal, exagerado, distraído, sutil. Meu silêncio é catarse, libertino. Meu silêncio é um grande palavrão. 

  Ita Portugal 
(photo Paulette Goddard)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

14.10.16


Parti[tura] 

 Afino os sentimentos 
Orquestro as palavras 
No silêncio busco a melodia mais pura 

 Quando minha alma se parti[tura]... 
Toco a poesia 

  Wania Victoria
(photo Grace Kelly)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

13.10.16


Nudez indesejada

Rompo o branco desta paisagem com tinta preta, em gel. Preto e gelatinoso tem sido também o meu pensamento desde que o vi completamente nu, sem o seu cavalo branco. Uma linda e frágil silhueta surgiu: a força, a imponência, a altivez cederam espaço. Onde estaria a armadura medieval, o aparato de guerra? O que fazer com a ausência de roupas? Eu já não as uso há um bom tempo, sei bem lidar com a minha nudez; não com a sua. Melhor vestir-se! Faz frio - não saberia como protegê-lo, sei apenas rezar. 

  Lou Vilela
(photo Yul Brynner)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

3.10.16


Desmistificação

Não sou um ser macio como a água distraída sem um som em que me apoie na lâmina dos ventos ou do vago rumor entre duas ondas; não sou um ser gentil, dizia. 
Sou uma guerreira. 

  Olga Savary 
(photo Sophia Loren)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

1.10.16


Cicatriz

Uma ferida fala 
o doloroso e lento 
idioma das esperas.
 
 Na noite azul de oferendas 
o corte no sorriso 
cansado de só… 

 A solidão é uma cicatriz 
que anda pelo corpo. 

  Wender Montenegro
(photo Greta Garbo)

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨