"A todos os visitantes de passagem por esse meu mundo em preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através das fotos de musas que emprestam suas belezas para compor esse espaço ou das notas da canção fascinante de Edith Piaf... Que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"


28.9.14


Uma garotinha foi ficando cada vez mais paralisada por causa das brigas frequentemente violentas de seus pais. Às vezes ela ficava horas no banheiro em pé e completamente imóvel, simplesmente porque era lá que por acaso ela estava quando a briga começava. Por fim nos momentos de calma, ela começou a pegar garrafas de leite da geladeira ou da porta de entrada e as deixar em lugares onde mais tarde ela poderia ficar presa. Seus pais não conseguiam entender por que achavam garrafas de leite azedo espalhadas pela casa toda. 

  Sarah Kane

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

27.9.14


Faça amor nu 

 Quando for fazer amor. 
Faça nu. 
Tire os diplomas. 
O status. 
Sucesso profissional. 
Suas etiquetas de grife. 
Tire a chaves do carro. 
Os cartões de crédito. 
Tire tudo. 
Até só sobrar a deliciosa. 
Apimentada humanidade.

  Zack Magiezi 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

26.9.14


Extrasístoles 

O meu coração
teima em
lembrar-me
que ainda
está
aí.

 Begoña Paz

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

24.9.14


5 minutos 

Você tem 5 minutos pra ficar triste
5 minutos pra duvidar 
se deus existe 
5 minutos pra chorar 
pelo que resiste 
depois ponha tudo no lugar
a lágrima no bolso 
a face no rosto
e jogue sorrisos 
pra quem estiver disposto

Marilia Kubota

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

23.9.14


Medo 

 Surgiu 
Por detrás 
Da nuvem escura 
Que tapou a lua. 
Escorregou 
Sobre a planície, 
Negro, 
Envolto 
Em longas 
Chamas. 
Era meu. 
Pertencia-me. 
Era o medo. 

  Maria Amélia Neto

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

21.9.14


vai

a mulher senta-se na beira da cama, no final do dia, 
e pensa... 

 o que é que fiz hoje? 
 o que foi o meu dia? 
o que é que fiz por mim? 
como é que posso mudar a minha vida? 

vai para a casa de banho, lava-se, inventa um pijama e vai dormir. 

  Ana

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

20.9.14


Minha alma escorre como em um rio de palavras. Sou uma metáfora que ressoa como um gemido de uma Fênix em pedaços. Há uma chama que consome minha imagem, meu reflexo e meu aroma. Estou perdido, sem memória possível, desaparecido e pulsando. Não há mais sóis nem templos de ilusão. Existo como um EU, que se reconstrói entre cacos e silêncio. 

  Roberto Piva

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

19.9.14


co(ração)
 
cachorra & carente
procura:

pessoa que alimente
any mais
dia & noite

 Valéria Tarelho

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

18.9.14


 o mundo não é um lugar agradável
para se estar sem
alguém para defendermos ou que nos defenda

um rio só deterá
o seu fluir se
uma corrente lá estiver
para o receber

um oceano nunca escarnecerá
se as nuvens não estiverem lá
para lhe beijarem as lágrimas

o mundo não é
um lugar agradável para se estar sem
alguém

Nikki Giovanni

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

17.9.14


Salmo pela distribuição 

Senhor,
na Rua nº 8
entre a 6ª Avenida e a Broadway
em Greenwich Village
há tantas sapatarias
com tantos sapatos
que me pergunto
por que há tanta gente descalça
na terra.

Senhor,
tens que despedir o Anjo
que tem a tarefa da distribuição. 

Jack Agüeros

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

14.9.14


Não sei ao certo porque eu deito na cama no meio de uma tarde enquanto poderia estar fazendo milhares de outras coisas por ai. Dificilmente eu estou cansado nesse horário, mas eu sinto uma vontade de ficar lá olhando pra cima por um momento, sem música, sem luz, sem barulho. E pode acreditar, não é sono. Talvez eu tenha encontrado um lugar que eu consiga desistir sem que ninguém veja, escute ou perceba. Nem mesmo eu. Ando fazendo muita coisa escondido de mim.

  Sean Wilhelm

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

12.9.14


Convite para uma xícara de chá de jasmim

Entre, dispa a
tristeza, aqui
pode 
nada dizer. 

  Reiner Kunze

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

11.9.14


Nunca te esqueças que te amo com todas as forças que tenho, e que estou contigo sempre e em todos os momentos. É horrível ver a orquestra a tocar, para uma sala cheia de tipos fardados, afundados nas cadeiras numa melancolia sem remédio: sinto-me tão arrependido de não termos ido dançar mais vezes, e apetece-me tanto dançar contigo, sinto-me tão arrependido dos momentos em que discutimos, e apetece-me tanto pedir-te desculpa, de lágrimas nos olhos juro, e dizer-te que gosto sempre e tudo de ti.

  António Lobo Antunes

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

10.9.14


 Entra pra ver
como você deixou o lugar
E o tempo que levou pra arrumar
aquela gaveta
Entra pra ver
Mas tira o sapato pra entrar
cuidado que eu mudei de lugar
algumas certezas.

 Cícero

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

9.9.14


Dentro da gente

Mas acredite nisto que eu lhe digo, as pessoas aguentam muita coisa. Somos capazes de suportar tanta coisa, até quando achamos que não vamos conseguir, depois acontece a vida continua mesmo que dentro da gente tenha morrido qualquer coisa. Estou sempre a dizer isto, a dor também faz parte da vida. Não há nada a fazer. Podemos lutar contra isso, claro, mas depois acabamos por perceber, a certa altura, que a vida foi inútil! Gastaram-se forças que podiam ter sido mais úteis noutras coisas. 

  Rainer Werner Fassbinder

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

8.9.14


De pernas para o ar

Esta é a história de Amanda Júlia. Arquiteta bem sucedida, dona de um corpo escultural, bonita e charmosa, sem mencionar o fantástico senso de humor. E não termina por aí. Para completar sua lista particular de desejos realizados, vive um tórrido romance com um homem incrível. Cenário quase perfeito. Sim. Quase. Afinal não poderia agradar gregos e troianos. Neste caso, principalmente certas troianas. Algumas amigas reclamavam de que ela sempre fora ausente. E, depois do novo amor, não queria mais saber de nada, nem de ninguém. Um dia, cansada das críticas (ou seria inveja?), Amanda Júlia pediu ao namorado que a fotografasse com as pernas para o ar. E enviou, para as amigas, a imagem com a legenda espirituosa: "Só assim as varizes me dão sossego". 

  Dolce Vita 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

7.9.14


Se eu pudesse recomeçar a vida, eu procuraria fazer meus sonhos ainda mais grandiosos; por que a vida é infinitamente mais bela e maior do que eu pensava, mesmo em sonho. 

  Georges Bernanos

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

6.9.14


Janela 

 "Estás cada vez mais cínica", disse ele, depois daquele breve silêncio que acontece quando já não há mais nada a argumentar. Ela levantou-se, aproximou-se da janela, abriu-a, acendeu o cigarro que já tinha entre os lábios, e depois de lançar a primeira baforada de fumo, respondeu-lhe "não, estou cada vez mais velha". Enquanto o cigarro durou, manteve o olhar o mais longe possível, vagueando entre constelações cujo nome nunca conseguira decorar. Desejava que aquele cigarro ardesse a noite toda, queria perder-se nessas estrelas longínquas. Ele levantou-se do sofá, ficou de pé alguns segundos, como se esperasse que o seu movimento a trouxesse de novo para dentro da sala, para dentro da conversa, para dentro do que sobrava dos dois."Vou-me deitar", disse ele, por fim; ela acenou a cabeça sem se voltar, anuiu com a mão num gesto leve e continuou perdida entre as estrelas, as lágrimas a torná-las ainda mais brilhantes. 

  Natália Cardoso 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

5.9.14


Sinto que este corpo não é meu e que essas idéias que me atormentam não são minhas. Só que quando me olho no espelho é o mesmo rosto daquela menina, um pouco mais velho, é o mesmo sorriso, mas com um pouco de dor, mas ainda é o mesmo. Também são os mesmos olhos com um olhar diferente, que mostra a confusão em minha mente e a dor que sinto em minha alma.

  Brenda Bloonq

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

4.9.14


Todos sabemos acender um fósforo 
a quem nos pede lume. 

 Talvez fosse uma conversa 
possível até ao fim. Mas o mais vulgar 
é ficarmos onde estamos 
com o fósforo aceso à beira do rosto 

 — e antes de haver tempo 
a chama queima os dedos. 

  Carlos Poças Falcão 

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

3.9.14


A palhaça não ri 

Então a vida de uma palhaça
De repente, fez-se sombria, 
Alma desnuda e estilhaça
A lágrima escorre vazia. 

Trapezista salta sem rede
Saudade é fera enjaulada
Picadeiro oculta sua sede 
E o circo estanca sua risada.

Tristeza invade inclemente
Não fala, não ri, não mente
Sua cólera é cor de vinho
Verdade borra o caminho.

Dolce Vita

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

2.9.14


Olhando para trás, porque às vezes só bem mais a frente conseguimos entender certas coisas do passado, eu percebo que, em vários momentos, ainda que eu não pedisse, parece ter acontecido o que Deus sabia que era melhor para mim e não o que eu imaginava, superficialmente, saber. Percebo que em algumas circunstâncias em que cheguei a lamentar pelo insucesso de planos que eu considerava os melhores do mundo, eu estava, na verdade, sendo poupada de encrencas das grandes. 

  Ana Jácomo

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

1.9.14


Setembro novamente

Há um sentimento
Que sempre em mim desponta
Nesse período em que setembro está a chegar...

Ele entra de mansinho
Ainda no mês de agosto
E vai desabrochando no meu peito
Para nascer em setembro
Tal qual como a primavera...

Sentimento prazeroso
Que produz frutos novos
A nascerem no meu peito...

Tudo em meu ser se modifica
Minha pele sente sensações
Como se estando a brotar
Com a estação das flores...

Há um sentimento setembro
Que mais uma vez chega em mim
Despontando dia a dia...

Que vai brotando
Com o cheiro do ar
Com o perfume da vida
Com essa visão tão linda
Que a natureza fica...

Meu ser
Prepara-se para a festa
O sol já reina com mais brilho
A primavera enfim regressa...

Glórinha Gaivota

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨